quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

O que será?

"O ser humano em geral não consegue admitir o quanto é pequeno perante ao universo. Sua imensa vaidade o faz pensar que ele é o plano máximo do criador, seja lá o que criador signifique. Ninguém que siga um dogma é capaz de sustentar esta afirmação, de que somos a imagem e semelhança de Deus (seja lá o que isto signifique), sem ter que apelar para o famoso argumento de que tem que ter fé.
O universo é imenso, e comparado ao enorme vazio que existe, somos praticamente nada.
Pessoas querem se sentir especiais, entendam isto como, querem se sentir melhores do que as outras, e para se sentir especiais, julgam as outras.
Os parâmetros usados para julgar o outro são os mais variados: -Ela não se esforça para ser alguém na vida (lembrando que para ser alguém é necessário um título imaginário que precisará ser validado pela opinião alheia). -Ela não agrada a Deus (seja lá o que isto signifique). -Ela não tem cultura. -Ele é ladrão, e por aí vaí... sempre existem rótulos, em tudo e em todas as situações.
Isto no leva para o maior problema do mundo: -A maioria absoluta das pessoas é incapaz de entender que o outro pode viver como bem entender, desde que não o cause mal, (sim roubar causa mal a terceiros, consumir desenfreadamente causa mal ao meio, e outros tipos de males...), mas estou falando de cada um fazer de sua vida o que bem entender. O maior mal da humanidade é que a maioria das pessoas cuida da vida alheia, rotula e julga quem pensa diferente. Por conta disso, guerras são provocadas, miséria é imposta a quem não tem condições de lutar.
Vejo pessoas que vem de famílias bem abastadas pregando a meritocracia, quando elas mesmas não precisaram se esforçar tanto assim para conseguir o que conseguiram (seja lá o que conseguir coisas realmente signifique), sim, uma pessoa nascida numa favela terá que se esforçar pelo menos quinze vezes mais que uma nascida em uma família mais abastada para conseguir os mesmos bens.

O que realmente importa nesta vida? Ser melhor que o outro? O que é ser melhor?
É agradar a Deus, sendo que existe a possibilidade de 50% de que ele não exista? É julgar quem não tenta agradar uma possibilidade de 50% que ele exista? Aliás, onde estão escritas as regras? Na bíblia? Que eu saiba uma bíblia não caiu do céu, foi escrita por homens, com materiais feitos pelo homem em idiomas humanos.
Não quero aqui criticar crenças, cada um pensa o que quiser, acredita ou não no que quiser, o que quero ponderar aqui é o problema humano em atacar quem pensa diferente. Usei a bíblia como exemplo, pois até mesmo em discussões em posts mais antigos, pessoas usaram a bíblia para dizer que homossexuais desagradam a Deus, dizendo coisas do tipo: -Eu tenho amigos Gays, não tenho preconceito, mas a salvação é individual (e com ista hipocrisia, estão julgando e se colocando em uma posição privilegiada em relação ao outro).

Será que com todos estes problemas somos mesmo a criação máxima?
Ou somos apenas um bando de bestas se engalfinhando por migalhas de vitórias imaginárias?

Não seria mais inteligente apenas desencanarmos de tudo e vivermos bem, respeitando o próximo? (entenda por próximo, a formiga, a água, o planeta? Enfim, nosso bem mais precioso, que talvez seja nossa única oportunidade de viver uma vida, talvez não exista outra, a vida eterna que somos levados a crer pode ser uma balela sem tamanho que nos paralisa e faz pensar que viveremos melhor em um lugar em um futuro, fazendo assim com que percamos a única coisa que realmente temos que é o presente, em um lar chamado planeta terra".

Post inspirado em: http://www.tudointeressante.com.br/…/21-imagens-que-farao-v…

Nenhum comentário:

Postar um comentário