terça-feira, 23 de agosto de 2011

Todos precisam de Referências.


"Mais uma vez gostaria de agradecer ao meu amigo Maurício Surtão por me ajudar a desenvolver a idéia deste post."

Além de dar aulas de guitarra, também trabalho como aprendiz de Luthier na AudioArt - Pirassununga, propriedade do Maurício Surtão, e lá tenho aprendido muito sobre instrumentos, eletrônica, física, matemática, enfim, tenho aprendido melhor as linguagens (conforme o post O que é Música) que serão necessárias para o domínio do Ofício de Luthier. Uma coisa me chamou a atenção no dia que eu estava aprendendo sobre a medição de Voltagem: É sempre necessário uma referência para se medir algo, o Neutro, em teoria é zero volts para a fase ser 110v, por exemplo. Isto quer dizer que em relação à referência, a fase tem uma diferença de 110v.
Pode parecer loucura, mas este pensamento mudou a forma como passei a enxergar as coisas e acreditem ou não (por mais óbvio que possa parecer) tudo é relativo mesmo, exemplos:

Por quê achamos uma música boa ou ruim? É porque o que consideramos bom se parece com o que temos dentro da gente como referência de coisa boa, se a música está num molde oposto ao da nossa referência talvez a acharemos ruim, o mesmo se dá com bandas cover, quem já viu o AC/DC vai achar que todos os covers do AC/DC são ruins pois a referência sempre será o original, jamais tente ser a imitação de sua referência.
O mesmo com a beleza, cada um tem a sua referência sobre o que é bonito, então quando achamos alguém bonito ou feio o fazemos por comparação com nossa referência, comparamos tudo, sempre! 

No meu caso, como muitos trabalho para ser reconhecido como músico e claro, percebi que o parâmetro que devo ter para me auto-criticar é o "Onde quero chegar", o OBJETIVO é a referência.

Saber entender quando a referência é ruim e trocar de referência é fundamental para concretizar objetivos, é importante saber mudar de rumo e entender que nossas referências mudam conforme mudamos.

Outra coisa importante é que enquanto somos novos, seja na idade ou iniciantes em algo, precisamos de referência, mas depois quem sabe nos tornaremos referência, precisamos entender a responsabilidade disto.

Aprender a nunca discutir com pessoas que têm a referência diferente da nossa também é bastante saudável e produtivo, afinal se as referências são diferentes muitas coisas não farão sentido numa discussão destas, devemos também resistir a tentação de achar que nossas referências são melhores que a dos outros.

“Entender que tudo na vida é relativo ao referencial torna tudo extremamente simples.”

Abraços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário