terça-feira, 26 de julho de 2011

Andei pensando sobre o que é Música...

(Click here to read in English) 

Bom pessoal antes de colocar alguns posts sobre guitarra propriamente dita acho fundamental discorrer sobre um assunto muito importante: "O que é música?".

Segundo alguns livros, música é a arte de combinar melodia, harmonia e ritmo para expressar algo. 
Pois bem essa definição está correta, porém não explica exatamente a essência.
"Música é uma linguagem assim como a fala. Uma criança ao nascer não sabe falar pois ainda não domina o equipamento (ou aparelho fonador) para articular as palavras necessárias para expressar suas necessidades. Mas, por que mesmo sem saber ler e escrever uma criança aprende a falar? Simples, porque ela (a criança) convive com profissionais da fala, no caso as pessoas ao seu redor, então o aprendizado se dá pela vivência com a língua. Se conviver com bons profissionais, a chance de se tornar um grande profissional é muito maior.." (Wictor Wooten na abertura do GROOVE WORKSHOP DVD)

A partir disso pensei: -O que é linguagem?
Cheguei à conclusão que o início da linguagem deve ter sido quando o ser humano começou a observar os fenômenos da natureza e desejou entender o que observava. Uma pintura na parede de uma caverna, na era antiga, teve início a partir da observação de um evento cotidiano. Surgiu a linguagem do desenho. Newton ao observar a maçã caindo precisou de uma linguagem para entender por que a maçã caia, nasceu então a linguagem da física moderna. Um médico precisa entender a linguagem da biologia para exercer sua profissão e assim por diante, por isso estudar só faz sentido se o objetivo for compreender a linguagem do que se observa, pelo menos foi a conclusão que consegui visualizar. Logo a música como linguagem é feita para expressar algum fenômeno que outra linguagem seja incapaz (no caso alguns tipos de sentimentos).
Então, a teoria musical pura ou a matemática pura ou a química pura são ferramentas para poder manipular e entender a linguagem.
Mas, focando agora na prática musical, o que leva alguém a tocar um instrumento? Não inicialmente, mas o que leva alguém a continuar fazendo música? Muito provavelmente é a necessidade de dizer algo. Já notaram que as músicas que perduram são as que têm mensagem com conteúdo? Porque os compositores pensaram em algo e quiseram expressar. Exemplos não faltam mas não vêm ao caso agora.
Quando um músico está em um palco tocando, seja num bar ou num grande palco deve sempre pensar no que está transmitindo para as pessoas que estão lá vendo e ouvindo o som, é uma mudança na atitude, PENSAR NA MENSAGEM, isto ajuda a compreender muitos aspectos que existem na música dos grandes ídolos que parece mágica pura, mas acreditem não existe mágica, os grandes apenas têm uma compreensão da linguagem, têm o que dizer e dominaram o processo.
É importante ressaltar também que todos os grandes ídolos além de ter o que dizer também se esforçaram muito, muito mesmo para dominar as ferramentas necessárias para conseguirem se expressar perfeitamente dentro da linguagem que cada um escolheu, exemplos:
Newton, Einstein, Freud, Yung, Pelé, Airton Senna, Mozart, Bach, Hendrix, Thomas Edison, Shakespeare, Camões, Darwin, Les Paul, Paul MacCartney e por aí vai...
Só uma última coisa, lembram-se do nome INSTRUMENTO Musical? Poderia ser perfeitamente FERRAMENTA Musical.
Abraços a todos.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Minha Religião: Ser Profissional (parte 3 - Final)

(Click here to read in English)
Continuando sobre a minha nova religião, vamos a parte 3 e final, afinal muitas pessoas têm  me perguntando quando vou falar de guitarras e música em geral.
Bom, ao invéz de tentar definir o que é ser profissional ou como se tornar profissional do ponto de vista das habilidades necessárias pra se executar a profissão escolhida, achei melhor encontrar uma outra definição sobre como viver profissionalmente, quer dizer, ser profissional vale pra tudo na vida, e para apoiar meu ponto de vista resolvi usar a "Mãe Natureza" como exemplo:

Andei analisando a nossa querida Mãe Natureza por meio de observações, sejam elas próximas da minha realidade ou por meio de programas de Tv.
Olhem só, notei que na natureza nada é gratuito e tudo parece ter um propósito, até a coisa mais banal existe por um propósito, quer dizer, os animais não ficam se exibindo uns aos outros apenas para parecerem melhores, querem exemplos?

"Uma cascavel não vai picar uma pessoa apenas para sacanear e se sentir a fodona pois o veneno que ela produz é valioso, inclusive ela nos avisa pois o que ela não quer é desperdiçar o seu valioso veneno com ninguém, mas se mesmo assim o imbecil  se aproximar ela injetará apenas a quantidade necessária de seu valioso veneno para se defender.
Outro exemplo que demorei pra encontrar o significado é aquele dos golfinhos pulando para os turistas em praias ao redor do mundo, os turistas jogam coisas para os golfinhos que parecem se exibir aos turistas nos barcos, mas qual o verdadeiro significado disto? Simples: Os machos estão distraindo possíveis predadores enquanto as fêmeas e os filhotes nadam pra bem longe... Bem, exemplos é o que não faltam."

Mas e o que acontece quando algum animal ou planta fica obsoleta no meio em que vive? Entra em extinção, o que significa que os inúteis são descartados para não ocuparem espaço.
E na nossa vida? Onde podemos exemplificar?
Bom, penso sempre nos novos jogadores de futebol que claro, treinam muito e sim, têm muito talênto e habilidade, mas infelizmente na hora do jogo ficam mais interessados em fazer coisas gratuitas para aparecerem do que jogar bola de uma maneira simples e sem frescuras, os caras não conseguem fazer o básico e por consequencia não jogam nada.
E as bandas atuais? Muita imagem, muitas frescuras, firulas de palco mas o mais básico e importante fica esquecido: A música, simples e direta.
E os guitarristas? (afinal o Blog aqui é pra guitarristas...), muitos tocam muito, tecnicamente falando, mas estão mais preocupados com as firulas do que com a música, sabe o que acontece? Uma babaquice musical total e sem sentido, parece que o aparecer é o mais importante do que o resto.
Viver com profissionalismo ao meu ver é se importar com o que realmente é importante: O BÁSICO.
Hoje muitas pessoas fazem bem muitas coisas, menos o mais importante que é o básico, parece que básico virou sinônimo de banal, mas vejam bem, básico vem de Base, Fundamental, Apoio... Aliás, em muitos países é costume ao construir um edifício inaugurar a Pedra Base, mas isto é outra história.
Quando se desliga o ego e começa-se a pensar no que é fundamental para o funcionamento da sua vida, tudo fica mais funcional e logo, PROFISSIONAL.
Pra tudo na vida é necessário uma postura de Respeito, Dedicação, Estudo, Aprendizado e Fundamentos, não conheço um grande nome da história que não tenha sacado isto.
Aliás, o assunto para o próximo post é sobre o que realmente é básico para ser um bom profissional.
Abraços e até lá.
DuCabelo.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Parabéns ao meu querido amigo Rock and Roll!

(click here to read in english)
Ao meu amigo querido chamado Rock and Roll, que ninguém sabe datar ao certo sua idade, uns dizem que ele nasceu com Johnny B Goode quando Chuck Berry a compôs em 1955, e nasceu para o mundo em 1958 quando finalmente foi lançada.
Acredito que o espírito do Rock sempre existiu, acredito que os Grandes Revolucionários da História eram Rockeiros, pelo menos em essência, poderia citar aqui vários Roqueiros mas acho que isto causaria muita polêmica... Melhor deixar pra lá.
Então pra não caçar problemas vamos ficar com a data do lançamento de Johnny B Goode mesmo.
Mas voltando ao meu amigo o Rock, queria parabenizá-lo e agradecê-lo pelas mudanças em que ele trouxe ao mundo muito antes de eu nascer, seja como representante do grito de liberdade que Raul Seixas deu ainda na Bahia da MPB, seja no jeitão de James Dean, claro meu amigo rock vestiu várias camisas, sendo companheiro dos Beatles, sendo porta voz dos pobres com os punks, sendo inconformado com o Hendrix ao protestar contra a guerra, falando de coisas obscuras com o Black Sabbath, ganhando força com o Led Zeppelin, sendo festeiro com o pessoal do Kiss, sendo refinado com Yes e Pink Floyd, sendo para muitas pessoas um farol, este é o meu amigo Rock.
Ah sim, acho que o meu amigo Rock virou uma espécie de Reino e todo reino que se preze tem seu rei, inclusive acho que não existiu Rei melhor que o eterno Elvis Presley, já pararam pra pensar nisso? Ser rei do maior reino que o ser humano pudesse conceber? Pois é, o meu amigo Rock soube escolher seu, quer dizer nosso REI.
Bom, mas voltando ao meu amigo Rock, quero te dar os parabéns pois mesmo velhinho você ainda tem a mesma força de quando nasceu, aliás, várias vezes seus detratores atestaram que você havia morrido mas sempre vem alguém e te ressuscita, então você continua a inspirar muita gente meu querido amigo, inclusive você tem sido meu amigo nas horas fáceis, mas principalmente nas horas difíceis, tenho sorte em ter você como amigo!
Parabéns, parabéns! Que você ainda viva muito, contrariando a famosa frase que diz que o Rock morreu...rsrsssrssrsrs.
"Long Live to Rock and Roll"

Minha Religião: Ser Profissional (parte 2)

(Click to read in English)

"Definição: Atividade pessoal, desenvolvida de maneira estável e honesta, em interação com outros e a benefício próprio, de conformidade com a própria vocação e em a dignidade da pessoa humana.

Profissão é um trabalho ou atividade especializada dentro da sociedade, geralmente exercida por um profissional. Tais trabalhos e atividades geralmente requerem estudos extensivos e a masterização de um dado conhecimento, tais como advocacia, biomedicina ou engenharia, por exemplo. (fonte: http://pt.wikipedia.org)".

Uma parte curiosa do surgimento do profissional vem da Europa Antiga quando os Artesãos se uniram para definir as primeiras regras do que era ser profissional. Ficou decidido que o Profissional, até então conhecido como Artesão Mestre poderia treinar outras pessoas e as regras ficaram que um aprendiz deveria aprender o ofício de seu mestre durante sete anos, para incorporar todas as manhãs daquela profissão, e que depois de sete anos o aprendiz deveria fazer sua "Obra Prima" para só então poder exercer sua função como Mestre.

"Originalmente, o termo obra-prima (em francês chef d'œuvre) referia-se a uma peça de arte manufacturada, produzida por um artesão que pretendesse ascender à posição de mestre (Maître de guilde) na sua corporação (seja de ourivesaria, tapeçaria ou outra). (fonte:www.wikipedia.org).

Bom creio eu que os Mestres zelavam por sua profissão ensinando o aprendiz da melhor maneira possível, pois caso o aprendiz se tornasse um mau profissional, isto afetaria sua própria fama.

Então o que acontece hoje em dia? Por que vemos tantos maus profissionais fazendo trabalhos com pouco ou nenhum zelo? E na área da Educação Musical Informal?

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Minha Religião: Ser Profissional (parte 1)

(Click here for english text)

Segundo as palavras de meu grande amigo e companheiro de banda Maurício Surtão:

"Depois de muito procurar finalmente encontrei minha religião, sim isso mesmo! Agora tenho uma religião, ela se chama PROFISSIONALISMO! "


Já perceberam como no Brasil é difícil encontrar bons profissionais pra fazer qualquer coisa? Se precisar de pedreiro, encanador, mecânico, médico, músicos, técnicos de som ou qualquer coisa o que acontece? Começa-se uma verdadeira romaria pra encontrar bons profissionais, parece que as pessoas estão mais preocupadas em ganhar o dinheiro do que qualquer outra coisa, se quiser o serviço bem feito tem que ficar em cima fiscalizando pois poucos são os profissionais que fazem bem feito pelo simples prazer de saber que ficou bem feito.
Claro, a remuneração é necessária e bem vinda, mas a mesma deveria ser a recompensa pelo trabalho bem feito.
Quantos músicos, amigos meus, que dizem tocar pura e simplesmente pela grana? Vários, também não vejo problema nisso, mas muitos dão relaxo pois não estão preocupados em fazer bem feito, aliás donos de casas noturnas também são amadores, vira uma enorme bola de neve:
Bandas amadoras, técnicos amadores, donos de casa noturnas amadores, público amador (sim o público também tem culpa).
O que é ser um Homem? Não é ter uma Profissão? O que dizer dos homens que não honram sua profissão? São verdadeiros inúteis...


Bom, aos poucos profissionais que buscam trabalhar direito fica aqui o meu convite, torne-se membro ativo da RELIGIÃO DO PROFISSIONALISMO.

Até mais.


(ir para a segunda parte)

Ser Guitarrista e Músico!

(Click here for english text)

Bom pessoal,estou iniciando minha jornada como bloggueiro, pretendo aqui passar as experiências que tenho adquirido ao longo dos anos como músico, professor e guitarrista de bandas, primeiro de bailes e agora como guitarrista da OVERROCK onde trabalhamos covers e cada vez mais apenas som próprio, e também falar sobre equipamentos e instrumentos.


Também quero por aqui trocar idéias e responder a dúvidas.


Bom, toda terça teremos posts.


Abraços a todos.


Atenciosamente:
DuCabelo Guitar
www.youtube.com/ducabeloguitar